METALGRAFIA - ALIMENTOS ENLATADOS

Por Marcos Anghinoni - Diretor de Vendas

fonte: Abeaço
.
Sardinha em lata é aliada contra o câncer
O peixe enlatado ainda age na prevenção da osteoporose, é fonte de vitaminas e
afasta o risco de tumores
Segundo o best seller “Anticâncer  – Prevenir e vencer usando nossas defesas
naturais”, a sardinha enlatada faz parte da lista de alimentos que auxiliam na
prevenção do câncer. Isso porque esses alimentos, chamados de peixes gordos, têm
alto poder de agir contra os radicais livres e retardar o crescimento das células
cancerígenas.
Estudos ainda revelam que os  riscos de cânceres, como cólon, mama, próstata e rim
reduzem consideravelmente em pessoas que consomem peixe pelo menos duas vezes
na semana.
A sardinha é rica em ômega 3 e é conhecida como uma boa fornecedora de proteína
para o corpo. Além disso, enquanto 100% da sardinha grelhada em casa possui 247
calorias, a mesma quantidade do alimento na lata tem 206, ou seja, 17% de redução
em calorias.
“O peixe quando conservado em óleo de soja ou em azeite na lata não tem seus
nutrientes dissipados, já que o processo de preparação do alimento enlatado é
diferenciado. O peixe é colocado cru dentro da lata e depois de ser hermeticamente
fechada, a embalagem é levada a fornos em altas temperaturas, garantindo ainda
mais a preservação dos nutrientes, como o ômega 3”  – garante Thais Fagury,
engenheira de alimentos.
E os benefícios do alimento não param por aí: as duas versões da sardinha são
abastecidas de vitamina A, niacina, B6 e B12, além de minerais como o ferro, fósforo,
magnésio, sódio e cálcio  – substâncias que atuam diretamente na prevenção de
cânceres e da osteoporose.

Sardinha em lata é aliada contra o câncer

O peixe enlatado ainda age na prevenção da osteoporose, é fonte de vitaminas e afasta o risco de tumores. Segundo o best seller “Anticâncer  – Prevenir e vencer usando nossas defesas naturais”, a sardinha enlatada faz parte da lista de alimentos que auxiliam na prevenção do câncer. Isso porque esses alimentos, chamados de peixes gordos, têm alto poder de agir contra os radicais livres e retardar o crescimento das células cancerígenas.
42-20906770Estudos ainda revelam que os  riscos de cânceres, como cólon, mama, próstata e rim reduzem consideravelmente em pessoas que consomem peixe pelo menos duas vezes na semana. A sardinha é rica em ômega 3 e é conhecida como uma boa fornecedora de proteína para o corpo. Além disso, enquanto 100% da sardinha grelhada em casa possui 247 calorias, a mesma quantidade do alimento na lata tem 206, ou seja, 17% de redução em calorias. “O peixe quando conservado em óleo de soja ou em azeite na lata não tem seus nutrientes dissipados, já que o processo de preparação do alimento enlatado é diferenciado. O peixe é colocado cru dentro da lata e depois de ser hermeticamente fechada, a embalagem é levada a fornos em altas temperaturas, garantindo ainda mais a preservação dos nutrientes, como o ômega 3”  – garante Thais Fagury, engenheira de alimentos. E os benefícios do alimento não param por aí: as duas versões da sardinha são abastecidas de vitamina A, niacina, B6 e B12, além de minerais como o ferro, fósforo, magnésio, sódio e cálcio  – substâncias que atuam diretamente na prevenção de cânceres e da osteoporose.

Milho enlatado é 40% menos calórico que o alimento cozido em casa

Alimento tradicional no cardápio do consumidor brasileiro, o milho, além de saboroso, é um ingrediente muito utilizado na culinária. O que muitos não sabem é que sua versão em lata é menos calórica do que o milho in natura, além de ser saudável e nutritiva. Enquanto 100g do alimento cozido em casa possui 108 calorias, a mesma quantidade na lata tem apenas 64 calorias. milhoA explicação é bastante simples: quando cozida, a espiga transmite gordura e carboidrato para o grão, aumentando assim o nível calórico. Como o processo de cozimento do milho enlatado não inclui a espiga, proporciona uma redução significativa nesses níveis de carboidrato e gordura. O milho na lata é retirado da espiga, lavado, acondicionado em água e sal e cozido dentro da própria embalagem, o que garante um alimento seguro, livre de  bactérias ou qualquer outro tipo de microorganismo. E as vantagens não param por aí. O milho em lata ainda possui um teor de cálcio duas vezes maior que o in natura, já que todos os nutrientes são conservados pela hermeticidade da lata de aço. A Sellerink tem uma extensa família de produtos para impressão metalgráfica, totalmente alinhados com as últimas tendências internacionais sobre os cuidados com as tintas que compõem embalagem para alimentos, seja na impressão convencional ou na impressão com cura ultravioleta.
Esse post tem 1 comentários. Clique aqui para ver todos os comentários e se quiser, comentar também!