SELLERINK BLOG
16nov/11

Controle da Cor VIII

Mais um post da série Controle da Cor e como ficamos sem atualizar a série durante a Expoprint, vamos relembrar...

Em nosso último post da série falamos sobre Munsell - o sistema de cor e o teste de Munsell. Foi publicado em 17 de Junho.

Controle da Cor é uma matéria muito interessante, principalmente pelos apaixonados por artes gráficas e por cores. Procuramos variar os assuntos dentro da série para podermos ter uma abrangência do tema, que é muito técnico. Assim, mesmo os que não são tão técnicos podem curtir a leitura.

Hoje, vamos falar sobre PANTONE®. É um assunto também bem interessante e não vamos conseguir esgotar o assunto neste post. Mas como a matéria é interessante como um todo, outros posts virão para complementarmos.

Então vamos lá...

Pantone®

360px-PANTONE_svgSediada em Carlstadt, New Jersey, USA, a Pantone Inc. é uma empresa muito conhecida no Universo Gráfico por produzir o Pantone Matching System (PMS) - Sistema de Cores Pantone. A Pantone tem espaço reservado em vários segmentos industriais como: tecelagens, plástico, tintas (de vários segmentos), cosméticos, construção civil etc.

Em outubro de 2007 a X-Rite Inc., também muito conhecida do Universo Gráfico, adquiriu a Pantone Inc. por US$-180.000,00- (Cento e Oitenta Milhões de Dólares). Dentro da série controle da cor já falamos sobre os equipamentos X-Rite e em breve vamos falar também sobre a empresa.

Pantone começou sua história como uma gráfica comercial, em 1.950. Em 1.956 a empresa contratou o jovem Lawrence Herbert - até então um estudante da faculdade de Medicina da  Hofstra University.

Herbert Lawrence usou os seus conhecimentos em química para sistematizar e simplificar as ações da empresa na preparação das cores das tintas. Em pouco tempo a empresa passou a comercializar este sistema e em 1962 a divisão já rendia mais que a gráfica. Herbert, então, adquiriu os ativos da companhia de seus patrões e a rebatizou de " Pantone ".

Lawrence Herbert em foto de 2005

Lawrence Herbert em foto de 2005

O ano de fundação da Pantone é considerado 1962, por Lawrence Herbert.

Os produtos da empresa são os Guias Pantone, muito conhecidos de todos nós, profissionais da área gráfica. A idéia por trás dos catálogos Pantone é permitir que os profissionais que lidam com cores possam se comunicar, tendo um guia referencial padronizado, em qualquer lugar do planeta.

Porém, a própria Pantone recomenda que alguns cuidados sejam tomados, pois podem haver variações de cores, mesmo em uma mesma edição do catálogo, causadas pelo tipo de papel utilizado e seus revestimentos, armazenamento do catálogo, variação do processo de impressão e tempo de utilização do catálogo.

Uma das principais utilizações do Catálogo Pantone é padronizar as cores de processo - PROCESS COLORS, ou CMYK.

Só para relembrar, em CMYK temos: Cyan, Magenta, Yellow e Key (Preto). Key é chave em inglês e o termo foi utilizado porque no sistema de cores CMYK o branco é o fundo do suporte (papel) e o preto faz um papel chave na impressão, em contraponto ao sistema RGB (Red - Vermelho, Green - Verde e Blue - Azul) utilizado em monitores de televisão, como exemplo, onde o branco é uma combinação das cores e o preto é a ausência de luz.

pantone_detail_dkA combinação das cores process em impressão offset permite a impressão da grande maioria de todo material gráfico no Mundo todo. Porém existe um catálogo Pantone batizado de Formula Guide (o mais utilizado na Indústria Gráfica) que contém a padronização de 1.114 cores especiais que não podem ser simuladas apenas com as cores process CMYK. Para as formulações destas 1.114 cores a Pantone criou 15 Bases de cores (incluindo Branco e Preto), que combinadas entre si permitem a criação de todas as cores do Formula Guide.

Para se ter uma idéia da abrangência do sistema de cor Pantone existem legislações de governos que especificam as cores oficiais da Bandeira do país com referência Pantone. É o caso do Canadá e Coréia do Sul. O mesmo caminho seguiu a FIA - Federação Internacional de Automobilismo (Fórmula 1) .

Pantone Goe System, lançado na Drupa 2008
Pantone Goe System, lançado na Drupa 2008

O mais recente lançamento da Pantone sobre guia de cores surgiu no final de 2007. Trata-se do Pantone Goe System. O Goe é composto por mais de 2.000 novas cores e em um novo sistema de numeração. Além dos catálogos - chamados de Goe Guide, o novo sistema inclui softwares interativos e uma comunidade on line de usuários capazes de compartilhar informações e amostras de cores.

Embora seja uma empresa que merece todo nosso respeito e admiração, pela padronização de cores, precisamos observar que os catálogos Pantone são uma referência de cor, não podendo ser utilizados como um padrão de cor exata, pelos motivos já explicados.

A Pantone utiliza o espaço de cor LAB (CieLAB - já publicado pelo blog Sellerink) e há sempre a necessidade de se planejar a impressão offset levando-se em consideração as diversas variáveis no processo. Por isso mesmo há um Delta de tolerância entre o padrão (catálogo Pantone) e a amostra (impresso).

Lawrence Herbert, o fundador da Pantone recebeu vários prêmios de reconhecimento por sua contribuição à evolução técnica da indústria gráfica na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos.

A Sellerink é parceira e licenciada pela Pantone para a produção e comercialização das cores do Color Guide, Process e Hexacrome. Hexacrome é um assunto a parte dentro do tema Pantone, que vamos estudar no próximo artigo. Não percam, é também muito interessante.

Obrigado.

Marcos Anghinoni - Diretor de Vendas.

 

Se você gostou, veja também...

METALGRAFIA - CREME DE LEITE EM LATA on July 25th, 2011

AS TINTAS DE IMPRESSÃO - POST 1 on November 28th, 2011

Tintas e Impressos de Segurança (Post IX) on July 26th, 2010

CONTROLE DA COR: POR QUE AS CORES MUDAM? on November 16th, 2011

A HELIOGRAFIA DE NIÉPCE on January 30th, 2011

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Deixar um comentário


Sem trackbacks

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn