SELLERINK BLOG
27mar/12

METALGRAFIA

Fonte: Abeaço
Tomate em lata dispensa o uso de conservantes
químicos e possui 3x mais licopeno que o in
natura
Ingrediente fundamental na pizza e inquestionável em  uma boa
macarronada, o tomate é um importante alimento na vida das pessoas.
Além de ser rico em licopeno, substância que combate os radicais livres,
retarda o envelhecimento e atua na prevenção do câncer, pesquisas
mostram que o tomate pode ser aliado no combate a resfriados e no
aumento da imunidade.
Para os apreciadores do alimento, a Abeaço (Associação Brasileira de
Embalagens de Aço) traz uma boa notícia: “os tomates enlatados
possuem 3 vezes mais licopeno que os tomates frescos, além de
dispensarem  o uso de conservantes químicos e durarem mais tempo
que os tomates in natura. O tomate em lata ainda preserva a vitamina C
presente no alimento, pois a embalagem de aço o protege da ação da
luz”, garante Thais Fagury, engenheira de alimentos da Abeaço.
A ABEAÇO - Associação Brasileira de Embalagem de Aço  -foi criada em
maio de 2003 para fortalecer o mercado de embalagem de aço e dar
suporte técnico e mercadológico a seus fabricantes. A entidade busca
aproximar interesses de toda a cadeia produtiva para desenvolver
soluções, produtos e negócios para os seus associados, no Brasil e no
exterior.

Desde sua fundação, a Sellerink pesquisa, desenvolve, produz e customiza produtos voltados a indústria Metalgráfica.

Além de ser uma importante unidade de negócios para a Sellerink, a família de produtos para Metalgrafia nos dá  muito mais que retorno comercial. Trata-se de um setor com constantes desafios, pois emprega tecnologia de ponta na produção de latas em benefício do ser humano. Precisa de fonte mais motivante?

canned_foodA lata de aço é a melhor embalagem para diversos produtos, mas vamos nos ater um pouco mais sobre os alimentos. Alimentos enlatados são tão bons, que em muitos casos, tornam-se melhores ainda que os alimentos in-natura. Isto porque a lata de aço os protege e permite um processamento eficiente e higiênico, com longo prazo de validade.

A Sellerink tem uma completa família de produtos para Metalgrafia, produtos estes que atendem a todas as exigência do mercado de alimentos, com certificações internacionais e laudos dos mais renomados laboratórios. Tudo isso para fazer parte da embalagem que permite o armazenamento, transporte e conservação de alimentos com toda segurança e praticidade, há mais de 200 anos.

Tomate em lata dispensa o uso de conservantes químicos e possui 3x mais licopeno que o in natura

Ingrediente fundamental na pizza e inquestionável em  uma boa macarronada, o tomate é um importante alimento na vida das pessoas.

DSC008081Além de ser rico em licopeno, substância que combate os radicais livres, retarda o envelhecimento e atua na prevenção do câncer, pesquisas mostram que o tomate pode ser aliado no combate a resfriados e no aumento da imunidade.

Para os apreciadores do alimento, a Abeaço (Associação Brasileira de Embalagens de Aço) traz uma boa notícia: “os tomates enlatados possuem 3 vezes mais licopeno que os tomates frescos, além de dispensarem  o uso de conservantes químicos e durarem mais tempo que os tomates in natura. O tomate em lata ainda preserva a vitamina C presente no alimento, pois a embalagem de aço o protege da ação da luz.

Feijoada em lata é quase 30% menos calórica que a caseira

Com menos gordura, a iguaria enlatada apresenta grandes benefícios

Mais tradicional prato brasileiro, a feijoada, além de muito saborosa, é normalmente sinônimo de calorias e gordura. Para apreciadores da iguaria preocupados com a saúde, uma ótima notícia: a feijoada enlatada tem quase 30% menos calorias que a preparada em casa.

Enquanto 100 gramas da feijoada caseira possui 152 calorias, a mesma medida da enlatada tem apenas 108.

feijoadaE os benefícios não param por aí. A quantidade da vilã gordura saturada é 58% menor na lata (cerca de 2,5g/100g de feijoada, contra 6g na versão caseira). O temido colesterol aparece com 17mg/100g de feijoada na versão enlatada, enquanto que na caseira são 30mg, representando uma redução de 43%.

A feijoada em lata ainda tem um teor de fibras mais alto, de cerca de 3,5g/100g, sendo que na caseira o teor é de apenas 1,5g/100g.

Tudo isso graças à diferença do processo de preparação do prato. “Para preparar a feijoada caseira, por exemplo, é utilizado óleo, para fritar alguns conteúdos. Para a preparação na lata, todos os ingredientes são colocados crus dentro dela. Depois de ser hermeticamente fechada, ela é levada a fornos em alta temperatura, e o processo de cozimento acontece como se fosse uma panela de pressão”, afirma Thais Fagury, engenheira de alimentos da Abeaço. Os nutrientes e vitaminas são, então, preservados com os alimentos na lata, não sendo dissipados no ambiente.

.
logo_abeacoA ABEAÇO - Associação Brasileira de Embalagem de Aço  -foi criada em maio de 2003 para fortalecer o mercado de embalagem de aço e dar suporte técnico e mercadológico a seus fabricantes. A entidade busca aproximar interesses de toda a cadeia produtiva para desenvolver soluções, produtos e negócios para os seus associados, no Brasil e no exterior.
.
Sellerink apóia todas as ações da Abeaço.

.

Se você gostou, veja também...

Eco Friendly Printing (Post 11) on October 7th, 2010

AS TINTAS DE IMPRESSÃO - POST 1 on November 28th, 2011

Controle da Cor (Post 12) on November 16th, 2011

Tintas e Impressos de Segurança (Post II) on June 1st, 2010

A História da Indústria Gráfica (Post 21) on January 17th, 2011

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Deixar um comentário


Sem trackbacks

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn