SELLERINK BLOG
12jul/11

SOLUÇÃO DE FONTE (POST 5)

.

Preparação da Solução de Molhagem

Ao preparar a solução de molhagem é recomendável seguir sempre as recomendações do fabricante no que diz respeito aos valores de pH e condutividade. A maioria dos concentrados é formulada para produzir, após a diluição, valores de pH entre 3.5 e 5.0, e condutividade entre 800 e 1500 µmho acima da condutividade da água.

Em condições normais, o pH e a condutividade devem permanecer constantes. Por isso, deve-se medir a água e o concentrado a cada preparação, visto que o pH e a condutividade da água podem variar no decorrer do dia. A temperatura também pode causar variações do pH e da condutividade da solução e, portanto, a condição ideal é prepará-la em local com temperatura constante (em torno de 20°C).

Deve-se evitar concentrações diferentes daquelas recomendadas pelo fabricante. Concentração excessiva pode causar os seguintes problemas:

(a) emulsão de água em tinta, especialmente com tintas ciano e magenta;

(b) tingimento (velatura);

(c) rejeição da tinta pelas áreas de grafismo da chapa causando marmorização;

(d) desgaste prematuro das áreas de grafismo da chapa devido à falta de lubrificação promovida pela tinta;

(e) secagem lenta das tintas e, possivelmente, podragem (tinta mal ancorada à superfície do suporte).

A insuficiência de concentrado na solução pode ocasionar os seguintes problemas:

(a) entupimento de pontos inter-reticulares;

(b) escumação (velatura);

(c) tingimento (velatura);

(d) insuficiência de goma para proteger as áreas de contragrafismo da chapa;

(e) falta de agente anticorrosivo, levando ao desgaste prematuro da chapa;

(f) falta de fungicida podendo levar à proliferação de fungos e bactérias.

Ao preparar a solução de molhagem deve-se primeiro medir a quantidade de água; em seguida adicionar o concentrado à água; agitar completamente a solução para assegurar a mistura uniforme dos componentes. Isto é particularmente importante quando a solução contém goma-arábica, visto que o ácido concentrado pode causar a precipitação da goma. Verificar o pH e a condutividade da solução antes da adição do álcool.

pH da Solução de Molhagem (Acidez/Alcalinidade)

A sigla pH é a abreviação do termo potencial de hidrogênio e representa o nível de acidez ou alcalinidade de uma solução aquosa.

Algumas substâncias químicas sofrem hidrólise quando dissolvidas em água, ou seja, elas se dissociam em cátions (íons positivos) e ânions (íons negativos). Este é o caso dos ácidos e álcalis (também chamados de hidróxidos ou bases).

Os ácidos se caracterizam por conter hidrogênio hidrolizável em suas moléculas. Quando em solução aquosa, os ácidos liberam  íons hidroxônio (H+) aumentando a sua concentração na solução. Quanto mais forte for o ácido, maior será a dissociação e, portanto, maior a concentração de íons hidrogênio presentes na solução.

As bases se caracterizam por apresentar grupos hidroxila ionizáveis em suas moléculas. Quando em solução aquosa, as bases liberam íons hidroxila (OH-) aumentando a sua concentração na solução. Quanto mais forte a base, maior a dissociação e, portanto, maior a concentração de hidroxila.

A água pura também sofre hidrólise em pequena extensão, dissociando-se em H+ e OH-porém, a concentração de íons H+ e OH- é a mesma e igual a 10-7 mols/litro.

O pH de uma solução aquosa representa a concentração de íons H+ presentes e é definido matematicamente pela fórmula:

pH  =  - log (H+)

Onde (H+) representa a concentração de íons hidrogênio em mols/litro.

Quando um ácido é dissolvido em água, a concentração de íons H+ aumenta e a solução se torna mais ácida. Quando uma base é dissolvida em água, a concentração de íons OH- aumenta e a solução se torna mais alcalina. Quando as concentrações de íons H+ e OH- são iguais, a solução é neutra (nem ácida e nem alcalina), como no caso da água pura que apresenta a mesma concentração de ambos (10-7 mols/litro), conforme a equação:

(H+) . (OH-)  =  10-14 mols/litro

O produto da concentração de H+ e OH- permanece constante e igual a 10-14, ou seja: quando a concentração de H+ aumenta, a concentração de OH- diminui proporcionalmente. Por exemplo: se a concentração de H+ for 10-4, a concentração de OH- será 10-10 para manter o produto das duas concentrações igual a 10-14. Visto que o expoente da base 10 é negativo, quanto menor o número, maior a concentração. Portanto, quanto menor for o pH de uma solução, maior será a sua acidez; quanto maior for o pH de uma solução, maior será a sua alcalinidade (menor a acidez).

pH de algumas soluções ácidas e alcalinas

  • ácido acético (CH3COOH) (3 fl.oz./gal.)                        pH 3,0
  • ácido acético (CH3COOH) (6 fl.oz./gal)                         pH 2,8
  • solução de goma-arábica                                                    pH 4,2
  • ácido clorídrico (HCl) (1 fl.oz./gal.)                               pH 1,2
  • hidróxido de amônio (NH4OH) (1 fl.oz./gal.)            pH 11,2
  • fosfato de sódio (Na3PO4)                                                 pH 12,0
  • hidróxido de sódio (NaOH)                                              pH 13,0
  • As soluções com pH inferior a 7.0 são ácidas enquanto as soluções com pH superior a 7.0 são alcalinas. Quando o pH é igual a 7.0, como no caso da água pura, a solução é neutra (nem ácida e nem alcalina). Sendo o pH definido por uma função logarítmica, a diferença de uma unidade na escala de pH corresponde a uma diferença de concentração de 10 vezes, isto é: uma solução com pH 4.0 é 10 vezes mais ácida do que uma solução com pH 5.0; 100 vezes mais ácida do que uma solução com pH 6.0; 1000 vezes mais ácida do que uma solução com pH 7.0 e assim por diante. Portanto, é preciso tomar muito cuidado ao avaliar o pH da solução de molhagem.

    PH

    O Blog Sellerink

    Em aproximadamente um ano, o Blog Sellerink publicou mais de 300 artigos técnicos voltados a indústria gráfica. Por motivos técnicos, para manutenção, aperfeiçõamento e backup das nossas ferramentas que compõem o blog, ficamos sem publicações inéditas nos últimos 30 dias.

    Agora, vamos voltar ter publicações semanais, atualizando nossas séries.

    Acompanhem. E para relembrar, dia 20 de Julho teremos a II Palestra do Ciclo 2011 aqui na Sellerink. Façam suas inscrições pelo site ou por e-mail.

    Se você gostou, veja também...

    Tecnologia on October 12th, 2010

    Controle da Cor V on November 16th, 2011

    Eco Friendly Printing (Post 6) on August 15th, 2010

    SOLUÇÃO DE FONTE (POST 7) on November 15th, 2011

    CONTROLE DA COR - IMPORTÂNCIA DOS ILUMINANTES on August 5th, 2012

    Comentários (2) Trackbacks (0)
    1. Gostei do post e do blog, parabéns. Mas me diga, na prática: para aumentar o pH o que coloco na solução de molha e para diminuir? Estou falando de produtos, grato.

      • Azrael,

        Na solução de fonte o controle do pH não é tão importante, exceto se houver um problema com a água da sua região – se a água for muito dura por exemplo. Recomendamos o controle efetivo da condutividade e da dosagem de Alcool Isopropilico na solução.
        Se você estiver falando de produtos que controlem a condutividade, a solução de fonte na dosagem recomendada e a adição correta de alcool fará com que a condutividade chegue ao número ideal.
        Recomendamos o uso constante de um condutivímetro para monitorar a solução de fonte, 3 vezes ao dia.


    Deixar um comentário


    Sem trackbacks

    Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn