METALGRAFIA – ALIMENTOS ENLATADOS « SELLERINK BLOG
SELLERINK BLOG
11mai/11

METALGRAFIA – ALIMENTOS ENLATADOS

.
Fonte: Abeaço

VOCÊ SABIA?

♦ As primeiras latas de aço que comercializavam alimentos só chegaram às lojas em 1830. Alguns dos primeiros produtos enlatados vendidos eram tomates, ervilhas e sardinhas, mas as vendas ocorriam de forma lenta, principalmente pelo preço elevado e a dificuldade que o consumidor tinha em abrir a embalagem - era preciso o
uso de martelo e talhadeira.

.

♦ Quando uma lata de aço é acidentalmente jogada no meio ambiente, ela enferruja e volta para a natureza sem agredi-la, transformando-se em sua forma original de óxido de ferro. Esse ciclo acontece, em média, em cinco anos, um dos menores ciclos de degradação dos materiais comercializados.

.

♦ O processo de autoclave para conservação dos alimentos enlatados elimina todos os tipos de micro-organismos que possam estar presentes nos  ingredientes. Por isso, na lata, os alimentos preservam características próximas do natural, contendo risco zero de contaminação em comparação a outras embalagens.

.

♦ Graças a sua resistência, facilidade de transporte e armazenamento, as latas têm as melhores características para o estoque e distribuição. Além disso, o processo de armazenamento é eficaz contra as ações dos roedores e outros insetos. Para guardar na despensa ou levar na mala, a lata é sempre a melhor opção.

.

♦ A melhor embalagem para conservar o azeite é feita de aço, pois ela não permite que a luz incida no produto, preservando por muito mais tempo as suas características aromáticas e de palatabilidade. Os enlatados garantem à mesa um alimento com sabor preservado e rico em nutrientes.

.

♦ O processo de produção das latas de aço consome menos água e energia quando comparado aos demais materiais. Além disso, quando coletada pós-consumo, a lata é destinada corretamente para uma usina siderúrgica ou de fundição. Dessa forma, ela é reutilizada como matéria-prima sem perder nenhuma de suas propriedades, independente da quantidade de vezes que será reciclada.

.

Comentários (3) Trackbacks (0)
  1. boa noite, senhor marcos, me chamo carlos eduardo, trabalho na rimet filial( resende rj, senhor marcos ja trabalhei na litografia valença, real steel, eu tenho um sonho que é trabalhar de colorista mas infelismente o senai de barra mansa, não oferece este curso de colorista, gostaria de saber o que eu faço para ser um colorista, preciso de um conselho pois vejo que o senhor conhece bem do assunto, senhor marcos que DEUS abençoe o senhor cada vez mais e prospere sua vida profissional cada vez mais, desde de ja agradeço, desculpe incomodar o senhor.

    • Prezado Carlos Eduardo,

      Colorista metalgráfico é uma bela profissão. Além da Escola Senai você optar por fazer um “estágio técnico” no laboratório da empresa onde você trabalha hoje, mesmo que não seja remunerado e em horas alternativas. A Sellerink também pode fazer o seu treinamento, desde que a empresa em que você trabalha nos solicite. Vamos falar mais a respeito dentro em breve. Se você quiser, assista um de nossos cursos.

  2. olha eu acho q vcs ai diviam mudar esse site ai essa conta i na enternet eu acho que tem que ficar mais interessante mostrar imagens do local os funcionários que são os mais importantes e q move a firma neh e todo o processo direitinho naum achei legal naum


Deixar um comentário


Sem trackbacks

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn