Controle da Cor III « SELLERINK BLOG
SELLERINK BLOG
16nov/11

Controle da Cor III

Nosso assunto sobre controle da cor continua.

E de fato é um assunto fascinante. Embora muito técnico e científico, para quem lida no dia a dia com cores, é muito bom saber mais. As vezes podemos até não entender muito bem algumas colocações mais relacionadas à física, mas sempre acabamos querendo saber mais.

Então colocamos aqui algumas explicações que sempre são utilizadas pelos nossos técnicos nas apresentações da Sellerink.

COR

É uma interpretação pessoal influenciada por aspectos físicos, psicológicos e culturais da luz que chega aos nossos olhos.

Assim, a cor que para alguns pode ser um vermelho tomate, para outros pode ser uma vermelho maça !

Para que a cor seja percebida, são necessários três elementos: A luz (iluminante), o objeto que reflete a luz e o observador, que efetivamente enxerga a luz refletida pelo objeto em forma de cor.

Para a física, a luz é como ondas de rádio ou de TV: Apresenta várias frequências e cada frequência nos dá uma cor diferente. A parte visível da luz está na frequência que vai de 400 a 700 nanômetros.

A luz ou iluminante tem relação direta com a cor do objeto. Como exemplo temos três iluminantes distintos:

Colorimetria - Iluminantes

Colorimetria - Iluminantes

Iluminante A: A lâmpada incandescente

Iluminante C: A lâmpada fluorescente

Iluminante D: A luz do Sol ou lâmpadas "luz do dia" D50 ou D65

Cada iluminante dos exemplos acima emite luz em comprimentos de ondas diferentes. Na prática um impresso visto em cada iluminante destes poderá apresentar uma cor, teoricamente, diferente.

Em uma situação onde duas amostras de cores parecem iguais sob uma condição de iluminação mas diferente sob outra, temos um efeito chamado METAMERISMO.

Pois é. Não disse que o assunto é fascinante? Vamos continuar nos próximos posts e ainda vamos falar sobre o observador, que pode ser o seu olho ou um equipamento que usa óptica e eletrônica: o Spectrodensitômetro.

Como lembrete: A Sellerink tem um programa extenso sobre aplicabilidade da colorimetria na indústria gráfica, utilizando equipamentos X-Rite. Vamos falar sobre este serviço também.

E não esqueçam. Vamos continuar com a História da Indústria Gráfica dentro desta semana ainda...

Até o próximo post.

Obrigado.

Marcos Anghinoni - Diretor de Vendas

Se você gostou, veja também...

Metalgrafia (post 3) on August 30th, 2010

Controle da Cor II on November 16th, 2011

Eco Friendly Printing (Post 12) on October 28th, 2010

Controle da Cor X on November 16th, 2011

Metalgrafia (Post 1) on August 8th, 2010

Comentários (2) Trackbacks (0)
  1. Thanks for this article. I’d also like to convey that it can always be hard if you find yourself in school and starting out to initiate a long history of credit. There are many college students who are only trying to live and have long or good credit history can often be a difficult thing to have. ebbbkeabgfddeggd


Deixar um comentário


Sem trackbacks

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn