SELLERINK BLOG
19set/10

Harmonia das Cores (Post 3)

Mais um post, o terceiro, da nossa série Harmonia das Cores. No primeiro post falamos sobre teoria das cores e os principais personagens que estudaram primeiramente as cores. No segundo post falamos sobre as três dimensões das cores, os tipos e classificação e o valor calórico das cores.

Então, continuando, hoje vamos ver o significado psicológico das cores. Este tema sempre foi muito requisitado nas nossas palestras e até aqui nunca tínhamos entrado profundamente no assunto.

Nossas pesquisas sobre o tema nos trouxeram material adequado tanto para a publicação aqui no nosso blog quanto para utilização em nossas palestras.

Então vamos...

Cor

A cor é uma percepção visual provocada pela ação de um feixe de fotons sobre células especializadas da retina, que transmitem através de informação pré-processada no nervo óptico, impressões para o sistema nervoso.

A cor de um material é determinada pelas médias de frequência dos pacotes de onda que as suas moléculas constituintes refletem. Um objeto terá determinada cor se não absorver justamente os raios correspondentes à frequência daquela cor.

Assim, um objeto é vermelho se absorve preferencialmente as frequências fora do vermelho.

A cor é relacionada com os diferentes comprimento de onda do espectro eletromagnético. São percebidas pelas pessoas, em faixa específica (zona do visível), e por alguns animais através dos órgãos de visão, como uma sensação que nos permite diferenciar os objetos do espaço com maior precisão.

Considerando as cores como luz, a cor branca resulta da sobreposição de todas as cores primárias(amarelo, azul, verde e vermelho), enquanto o preto é a ausência de luz. Uma luz branca pode ser decomposta em todas as cores (o espectro) por meio de um prisma. Na natureza, esta decomposição origina um arco-íris.

Cultura e influência

Culturas distintas podem ter diferentes significados para determinadas cores. A cor vermelha foi utilizada no Império Romano, pelos nazistas e comunistas. Usualmente é também a cor predominante utilizada em redes de alimentação fast food. O vermelho é a cor do sangue e naturalmente provoca uma reação de atenção nos indivíduos.

Outras cores possuem significados diferentes em culturas diferentes, como por exemplo o luto.

A COR, elemento indissociável do nosso cotidiano, exerce especial importância sobretudo nas Artes Visuais, incluso aí as Artes Gráficas.

Na Pintura, Escultura, Arquitectura, Moda, Cerâmica, Artes Gráficas, Fotografia, Cinema, Espectáculo etc, ela é geradora de emoções e sensações.

A cor tem vida em si mesma e sempre atraiu e causou no ser humano de todas as épocas, predilecção por determinadas harmonias de acordo especialmente com factores de civilização, evolução do gosto e especialmente pelas influências e directrizes que a arte marca.

 

Significado Psicológico das Cores

Em todas as épocas, as sociedades organizadas sempre tiveram seus códigos completos, ou certos elementos de uma simbologia das cores, atribuindo-lhes frequentemente caráter mágico. A variedade de significados de cada cor está intimamente ligada ao nível de desenvolvimento sócio cultural das sociedades.

brancoBranco

Sugere pureza, paz, delicadeza, inocência, simplicidade, otimismo. Cria impressões de vazio e infinito. Evoca ação refrescante e desinfetante, sobretudo quando utilizado junto com o azul. Apropriado para tetos. Pode parecer caro como a porcelana ou barato como o papel.

pretoPreto

Símbolo de infortúnio e da morte encerra uma característica impenetrável. Cor da noite e frequentemente ligado ao rude e ao elegante. É a cor mais desprovida de sentimento, mas confere nobreza, distinção e elegância. Tem um peso visual muito grande. Objetos pretos traduzem objetos caros.

cinzentoCinza

Evoca medo, monotonia desânimo, à medida que é mais sombrio. O cinza escuro é a cor do sujo, desprezível.

vermelhoVermelho

Passional, significa força, alegria de viver, virilidade, dinamismo. Pode ser exaltante e até enervante, estimula a pressão arterial. Impõe-se sem discrição, dando também a impressão de severidade e dignidade, benevolência e charme. É uma cor essencialmente quente, transmitindo assim sensações de calor, por isso deve ser usada com cautela. Quanto mais escuro, mais grave, profundo e psíquico se torna. Os tons claros exprimem temperamento jovial e fantasioso. Tons escuros também estão associados à aristocracia.

verdeVerde

A cor mais calma e tranquila, não possui qualquer elemento de alegria, tristeza ou paixão. Dentro da sociedade das cores, é como a burguesia: imóvel, satisfeita. É também a cor da esperança, da primavera e da fertilidade. Com um ponto de amarelo, adquire força ativa, aspecto ensolarado. Se o azul domina, torna-se séria e carregada de pensamentos. Os tons mais claros acentuam indiferença, os escuros a calma.

azulAzul

Cor profunda, calma, desperta lembranças da infância. Tem gravidade solene, onde as considerações racionais são ignoradas. Azul escuro chama o homem até o infinito. O claro provoca sensação de frescor e higiene, principalmente ao lado do branco. O azul turquesa encerra grande força, exprime fogo interior e frio. Exteriormente, lembra os lagos no verão. Traduz juventude e esporte.

amareloAmarelo

Luminosa, gritante e vistosa, particularidades evidentes nos tons claros, não transmite profundidade, mas é a cor que transmite maior luminosidade. Ê uma cor ativa; mas esverdeada, assume tom doentio.

laranjaLaranja

Muito mais que o vermelho, transborda irradiação e expansão. Tem característica acolhedora, quente, íntima, como o fogo ardente.

violetaVioleta

Equivale a um pensamento meditativo e místico que encerra um mistério. Ê triste, melancólico, cheio de dignidade. Passando ao lilás, aclara-se, tornando-se mágico e místico.

rosaRosa

Tímido, de uma doçura melosa e romântica. Tem pouca vitalidade, é a imagem material de feminilidade e afeição. Sugere intimidade.

castanhoMarrom

É a cor mais realista, não sendo brutal ou vulgar, encarna a vida sã e o trabalho cotidiano. À medida que se torna sombrio, adquire as características do preto.

.

.

Ainda teremos muito mais em Harmonia das Cores - acompanhem! No nosso próximo Ciclo de Palestras que será realizado a partir de março de 2011, Teoria das Cores fará parte do conteúdo.

.

Se você gostou, veja também...

O Nome das Cores on July 29th, 2010

Metalgrafia (Post 8) on January 10th, 2011

AS NOVAS CÉDULAS DO REAL (SEGUNDA FAMÍLIA) on March 28th, 2011

História da Indústria Gráfica (Post 19) on October 25th, 2010

CONTROLE DA COR: POR QUE AS CORES MUDAM? on November 16th, 2011

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn