SELLERINK BLOG
9set/10

Eco Friendly Printing (Post 9)

Energia Verde - Sustentabilidade

Do site Atitude Sustentável - Juarez Cardoso

Parque das Emas

No Brasil, as iniciativas de salvar o que resta da cobertura florestal, sofreu há pouco uma das maiores perdas por queimadas, o Parque das Emas em Goiás (queima de mais de 80% da área), uma perda para o Cerrado, ou que resta dele, sem precedentes. O estranho que essas notícias não causam comoção ou preocupação. 

A energia é a questão crucial nessas regiões, pois serão pólos de desenvolvimento e salvação, mas para isso acontecer, temos que as universidades e quem faz realmente seu trabalho de “formiguinha”. 

Amazônia e os rios.

Nos estados do Norte, onde os caminhos são os rios, nada mais coerente que as embarcações serem movidas a BIODIESEL, e a salvação da floresta também, pois o reflorestamento do babaçu, da andiroba, do dendê, e mais de 30 plantas oleosas existentes, o reflorestamento e o remanejamento, como foi feito com os seringais nos primórdios dos anos 30, 40 e 50.

Porque as últimas notícias de queimadas estão sendo uma ducha de água fria no futuro do que resta das florestas.

Amazônia

Ou a polêmica da internacionalização da Amazônia, motivo de grande cobiça, virá a tona?

Gerar exemplos de gestão colaborativa em sub-bacias para que possam ser replicados em outras bacias hidrográficas da Amazônia. Nos estados do Acre, Amazonas e Rondônia, como modelo para outras localidades da Amazônia.

No Brasil já são mais de 80% de moradores em áreas urbanas. Mostra que o futuro de nosso país passa por soluções que terão de ser adotadas nas cidades. Devemos preservar os nossos ecossistemas, pois hoje olha-se para Amazônia (pulmão do mundo), mas esquecemos dos outros órgãos.

Ecologia urbana é a urgência na relação do homem com o meio urbano, e toda esfera que o cerca em uma cidade. Para isso é preciso verificar os sistemas naturais ainda existentes nas áreas urbanas e com suas consequências na qualidade de vida dos seres vivos. Estamos nos autodestruindo.

Energias alternativas, como eólica, por ondas ou solar, podem ser a solução para obtenção de energia.

Cidades devem manter seus eco-ambientes e aproveitá-los

Hoje parece pouco provável que se tenha uma preocupação ou conscientização da velocidade impressionante dos acontecimentos. A urgência com a preservação do meio ambiente nas cidades, justamente o lugar onde mais se consome insumos e energias e mais se produz resíduos sendo, portanto, as maiores poluidoras de nossos recursos naturais. Mas pode ser possível sim! A saída está na verdadeira vontade dos líderes empresariais, políticos e comunitários, para que a sociedade se envolva de forma planejada, despertando uma nova consciência coletiva para a necessidade e urgência da mudança em nossos hábitos e costumes.

A referência não deve-se somente ao salvamento das árvores dos canteiros das ruas ou das praças, ou mesmo à melhora da qualidade do ar que se respira. Fala-se em buscar um equilíbrio pleno entre o progresso necessário para nossa sociedade moderna poder se desenvolver e a preservação do meio ambiente.

O uso racional da água e de energia elétrica e dos recursos naturais, bem como o despejo de resíduos no meio ambiente deve fazer parte da pauta de discussão em reuniões de condomínio, de vereadores, em salas de aula, conversas de bares, enfim, no dia-a-dia.

.

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Deixar um comentário


Sem trackbacks

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn