SELLERINK BLOG
12set/10

Harmonia das Cores (Post 2)

Continuando com nossa nova série Harmonia das Cores e com o interessantíssimo assunto da teoria das cores. Nosso primeiro post foi muito visitado e acreditamos que a série toda vai chamar muito a atenção dos nossos leitores.

Entao vamos...

Cor

As três dimensões das cores

As cores são classificadas em três dimensões: tom, valor e saturação. Para representar essa classificação elaboraram-se vários esquemas como a pirâmide de Lambert, o duplo cone de Ostwald e a ordenação criada por Munsell (veja post publicado na série Controle da Cor). Estes sistemas baseiam-se no mesmo princípio. O eixo vertical representa as escalas de valores acromáticos, que vão desde o branco na parte superior até o negro na inferior. O círculo correspondente ao equador contém a escala dos tons que possuem, nesta altura, um valor de claridade médio. Cada uma das seções horizontais do sólido apresenta os valores cromáticos num dado nível de claridade. Quanto mais afastado do eixo central, mais saturada será a cor. Quanto mais próximo, mais misturada com um cinza de mesmo valor.

  •  Coloração ou Tinta: Característica que estabelece a diferença entre elas. Ex.: vermelho X verde
  • Valor Tonal: Grau de luminosidade (claridade).

Acrescentando-se branco a uma cor, aumenta-se o seu valor tonal. Acrescentando-se preto, abaixa-se o valor;

Acrescentando-se um cinza contrastante aumenta-se ou abaixa-se o seu valor. Acrescentando-se um pigmento de valor diferente, aumenta-se ou abaixa-se o valor.

Acrescentando-se preto, branco ou cinza, modificaremos o "valor tonal e o nível de intensidade”. O tom resultante será mais claro ou mais escuro e mais neutro.

É provável que também se produza alguma alteração no matiz, porque tanto o pigmento preto como o branco tendem a esfriar a mistura.

  • Intensidade ou Valor Cromático: Característica que dá a pureza e a força da cor. Ex.: Vermelho vivo é mais intenso que vermelho claro.

 Tipos ou Classificação Das Cores

  • Cores Primárias

Cores Primárias

A teoria das cores diz que por meio de cores básicas, ou primárias, qualquer cor pode ser formada. Essas cores são vermelho, verde e azul para cor luz. Magenta, amarelo e cyan para cor pigmento.

Cor-Luz

Cor Luz - RGB (Red, Green and Blue)

Cor Luz - RGB (Red, Green and Blue)

A cor-luz ou cor energia é toda cor formada pela emissão direta de luz. Chamada de sistema RGB, Red (Vermelho), Green (Verde) e Blue (Azul), são as cores emitidas pelos monitores, televisores, sol, etc. A combinação destas três cores resulta na cor Branca e a ausência das cores-luz resultam na cor preto. Com a combinação variada dessas cores é possível formar todas as cores emitidas pela luz. A mistura de duas cores-luz primárias resulta em cores luz secundárias. São elas: ciano, magenta e amarelo, cores pigmento primárias. A mistura de duas cores pigmento primárias resultam nas cores luz primárias vermelho, verde e azul. Como se percebe a cor luz é o inverso da cor pigmento.

 O monitor colorido é um ótimo exemplo para explicar como isso funciona. Sua tela é composta por pixels, cada pixel tem capacidade de emitir a cor vermelha, verde e azul. Cada cor pode variar 256 tonalidades (o equivalente a 8 bits) e combinando tonalidades dos três pontos é possível emitir em torno de 16 milhões de cores diferentes. Para formar uma imagem roxa na tela do monitor é necessário que os pixels emitam azul e vermelho, o verde não pode ser emitido. Um computador com resolução de 640 x 480 tem 307 mil pixels, 800 x 600 tem 480 mil, 1024 x 768 tem 786 mil e assim por diante, quanto maior a resolução, mais pixels. Como cada cor do pixel pode variar em 256 tonalidades podemos expressar as cores RGB em valores que vão de 0 a 255. 

Cor-Pigmento

Cor Pigmento - CMYK (Cyan, Magenta, Yellow and Black (key))

Cor Pigmento - CMYK (Cyan, Magenta, Yellow and Black (key))

Não é possível pintar com luz, isto é, com cores ópticas. Por isso os pigmentos são utilizados.

O pigmento na realidade não é uma cor, ele é o material ou a substância que tinge uma superfície com uma certa cor, e dependendo das características ou propriedades desse pigmento a sua tonalidade pode variar. Eles podem ser extraídos da natureza ou criados artificialmente em laboratório (veja mais na série Controle da Cor - Pigmentos)

Chamado de sistema CMYK (Cyan, Magenta, Yellow e BlacK), escolheram o K para BlacK pois se fosse B seria confundido com Blue do RGB. Também é possível que o K foi escolhido por significar Key (chave em inglês), pois o preto é considerado pelas gráficas como cor chave para todas as outras cores, usada para definir detalhes.

Para entender o que é cor-pigmento é preciso saber um pouco de reflexão e absorção de objetos, duas áreas da física. Todo objeto absorve e reflete luz, um objeto de cor amarela reflete apenas o amarelo, as outras cores são absorvidas, já um objeto laranja reflete 100% de amarelo e 50% de magenta e assim por diante, portanto, a cor-pigmento é obtida subtractivamente.

As cores-pigmento podem ser representadas por porcentagem, exemplo, 100% Ciano + 100% Magenta = Azul. É um sistema muito mais simples de se entender do que o da cor luz.

 

  • Cores Secundárias

Cores Secundárias

Se se misturarem duas cores primárias obter-se-á uma cor secundária ou binária:

Em Cor luz

  • Verde + Azul = Ciano
  • Azul + Vermelho = Magenta
  • Vermelho + Verde = Amarelo

Em Cor pigmento

  • Amarelo + Azul = Verde
  • Azul + Vermelho = Violeta
  • Vermelho + Amarelo = Laranja

 Cores Terciárias

Se se misturar uma cor primária com uma secundária correspondente, isto é, que a contenha, o resultado será uma cor terciária ou intermediária. Por exemplo, a combinação de amarelo com alaranjado.

Assim temos em resumo:

  • Cores Primárias: São as cores puras - vermelho, amarelo e o azul. Nas artes gráficas, na aquarela e para todos os que utilizam cor-pigmento transparente ou por transparência em retículas, as primárias são o Magenta, o Amarelo e o Cian.
  • Cores Secundárias: São as cores que resultam da mistura de partes iguais de duas primárias. São também as complementares das primárias. São o Laranja, Verde e o Violeta.
  • Cores Terciárias: São as cores que resultam da mistura em partes iguais de uma cor primária com uma cor secundária. Ex.: Azul Violetado, Azul Esverdeado, Amarelo Alaranjado, Amarelo Esverdeado, etc.

Valor Calórico das Cores

As cores podem ser quentes, frias ou neutras. Uma infinidade de tons poderá ser classificada como cores frias ou como cores quentes, dependendo da porcentagem de azuis, vermelhos e amarelos de suas composições. Além disso, uma cor tanto poderá parecer fria como quente, dependendo da relação estabelecida entre ela e as demais cores de determinada gama cromática, um verde médio, numa escala de amarelos e vermelhos parecerá frio. O mesmo verde, frente a vários azuis, parecerá quente.

  • Cores Quentes: São o vermelho e o amarelo, e as demais cores que deles derivam.
  • Cores Frias: São o azul e o verde, bem como as outras cores predominadas por eles.
  • Cores Neutras: Não são cores quentes nem frias. Seu valor calórico depende da associação com outras cores. Ex.: bege, cinza, etc.

As cores quentes são associadas ao sol e ao fogo. São aquelas que nos transmitem a sensação de calor.

As cores frias, são associadas à água, ao gelo, ao céu, e às arvores. São aquelas que nos transmitem a sensação de frio.

~.

Estão gostando de Harmonia das Cores? Continuem acompanhando porque temos muito mais...

..

Se você gostou, veja também...

SOLUÇÃO DE FONTE (POST 7) on November 15th, 2011

A História da Indústria Gráfica (Post 13) on August 10th, 2010

A História da Indústria Gráfica (Post 15) on September 5th, 2010

A História da Indústria Gráfica (Post IV) on May 31st, 2010

GERENCIAMENTO DE CORES on November 16th, 2011

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn