SELLERINK BLOG
16nov/11

Controle da Cor (Post 14)

Densitometria

Como funciona um Densitômetro?

Um densitômetro de reflexão fundamentalmente mede a quantidade de luz refletida de uma superfície. Existem determinadas condições específicas a serem atendidas, definidas em normas pelo American National Standards Institute (ANSI) e pela International Standards Organization (ISO). Essas especificações lidam com condições de medição geométrica e com as respostas espectrais dos instrumentos. Um densitômetro de reflexão consiste fundamentalmente em uma fonte de luz que tem um ponto de saída ótica para concentrar a luz em um local específico da amostra, filtros para definir a resposta espectral da unidade e um detector para monitorar a luz refletida.

A amostra é geralmente iluminada por cima, ou seja, a 90 graus para a superfície da amostra e visualizada a 45  graus. Esta condição de visualização elimina o brilho da reflexão e apenas a reflexão difusa é vista pelo detector.

É semelhante ao olhar para uma fotografia brilhante - você tende a olhar para ela em um ângulo específico para evitar reflexos brilhantes que obscureçam a imagem.

A eletrônica do densitômetro normalmente consiste de um amplificador logaritmico e um display digital, para leitura.

Por que uma resposta logarítmica?

Componentes de reflexão que compõem o Densitômetro

Componentes de reflexão que compõem o Densitômetro

Porque o densitômetro fornece números que correspondem ao que vemos. O olho humano tem uma resposta logaritmica, como aliás, o ouvido humano também. Tendemos a ver diferenças iguais em densidade como efeitos visuais iguais.

Por exemplo:  se uma amostra tem uma densidade de 0.80, pode parecer ser aproximadamente duas vezes mais escura que uma amostra que tem uma densidade de 0.50. A escala de densidade é logarítmica, uma densidade de 1.00 indica que 10% da luz está sendo refletida enquanto que uma densidade de 2.00 mostra um reflexo de 1%.

No exemplo acima, a amostra que parece ser duas vezes mais escura tem uma diferença de densidade de 0.30 da amostra mais clara. O logaritmo de 2 é 0.30.

Em um range restrito, os valores de densidade de um densitômetro são aproximadamente proporcionais à espessura da película de tinta. Assim, se você imprimir uma tinta com um valor de densidade específico e constante, você pode estar certo que o filme de tinta estará corretamente aplicado em todos os impressos e por sua vez, a aparência do produto final será consistente.

Resposta espectral

O densitômetro usa filtros de cor semelhantes àqueles que se utilizam nas separações de cores. Assim, podemos pensar que usar diferentes densitometros iria permitir a mesma leitura. Como sempre, pode haver alguma diferença nos filtros de vários tipos de densitômetros, podendo causar discrepâncias nas leituras entre diferentes unidades.

Para resolver este problema, ANSI definiu respostas de sistema para densitômetros. Unidades em conformidade com estas especificações chegam a um razoável acordo. Por conta destas variáveis, é importante a freqüente calibração dos equipamentos de densitometria da indústria gráfica e do seu fornecedor de tintas, pois assim as respostas serão conclusivas e corretas na comunicação.

Densitometria ainda não acabou. Vamos falar mais sobre o equipamento Densitômetro, importantíssimo na indústria gráfica e na indústria de tintas de impressão.

Lembramos que a Sellerink tem um programa extenso para implantação de Controle da Cor em seus clientes, que incluem equipamentos e treinamentos em densitometria.

Acompanhe nossos próximos posts. Se quiser saber mais sobre nosso programa de Controle da Cor, entre em contato conosco ou faça-nos uma visita.

.

Se você gostou, veja também...

Tintas e Impressos de Segurança (Post II) on June 1st, 2010

Controle da Cor V on November 16th, 2011

SOLUÇÃO DE FONTE - BALANÇO ÁGUA-TINTA on February 26th, 2013

Tintas e Impressos de Segurança (Post III) on June 8th, 2010

Controle da Cor (Post 15) on November 16th, 2011

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn