SELLERINK BLOG
21jul/10

Eco Friendly Printing (Post 3)

Bioquímicos para Indústria Gráfica

Quando abrimos a sério ECO FRIENDLY PRINTING, deixamos claro o propósito de divulgar as pesquisas da Sellerink para produtos de uso e consumo da indústria gráfica ecologicamente amigáveis, mas, que ao mesmo tempo sejam economicamente viáveis e de fácil utilização, permitindo a adesão de todos os profissionais gráficos ao novo conceito.

Estamos caminhando nas nossas pesquisas e vamos falar um pouco mais agora sobre os BIOQUÍMICOS. No caso específico, as pesquisas da Sellerink estão muito focadas primeiramente em bioquímicos para limpeza de rolarias.

Mas aqui no nosso blog vamos tratar dos bioquímicos de uma forma geral, inicialmente. Mais adiante vamos falar dos produtos propriamente.

BIOQUÍMICOS

ECO FRIENDLY PRINTING

Eco Friendly Printing

Na indústria, o termo bioquímico muitas vezes refere-se à categoria de produtos petroquímicos que são utilizados em culturas agrícolas.

Porém ultimamente, em diversos setores da indústria química e aqui na Sellerink, usamos o termo para se referir a produtos químicos que são produzidos a partir de matéria-prima vegetal.

biochemicals_10633895_250x250Estes compostos bioquímicos são derivados de recursos renováveis como óleos vegetais, fibras e grãos, frutas e árvores. Matéria-prima com base em substâncias químicas vegetais, tais como ésteres metílicos de soja, lactato de etila e derivados do álcool de cereais são usados para produzir uma variedade de produtos industriais para o processamento e operações de fabricação, que começam a ser mundialmente difundidos para a utilização na indústria gráfica, nosso foco.

Cem anos atrás, a maioria dos combustíveis usados pela população, assim como materiais de construção, têxteis, tintas e outros tantos produtos químicos eram feitos a partir de matéria-prima vegetal.

Como o petróleo inundou o mercado (sem trocadilhos), os produtos químicos derivados de vegetais perderam terreno para os produtos fabricados a partir de matérias-primas de origem fóssil - petróleo.  Até a década de 1980, menos de 5 por cento de todos os produtos industriais e combustíveis consumidos no planeta tinham fonte vegetal.

Hoje, no entanto, a indústria está sinalizando deslocar as pesquisas e produções com base em petróleo para a pesquisa e produção com base em fontes vegetais.

Isso está acontecendo porque as novas tecnologias tem custos mais baixos  para a produção de derivados da matéria-prima vegetal contra um crescente aumento de custo de extração, transformação, utilização e descarte de produtos derivados de fósseis combustíveis. Sem contar os inúmeros acidentes ecológicos que maltratam o planeta, ultimamente os mares.

vegetable-carAlém disso, a preocupação com o meio ambiente deixou de ser apenas uma paixão para se tornar uma necessidade econômica crescente, pois as empresas que defendem políticas ambientais estão defendendo também os seus investimentos, pois melhoram sua imagem perante seus clientes e trabalham para o futuro dos seus negócios.

Em outra matéria já escrevemos que em uma recente pesquisa feita pela Global Market Insights, os americanos escolheram prejudicar o meio ambiente como a principal razão para que uma empresa seja considerada socialmente irresponsável. A pesquisa também constatou que os consumidores americanos com idades entre 18 e 29, ou seja, os futuros consumidores - são mais propensos a comprar produtos orgânicos e ecológicos do que outras faixas etárias.

No próximo post da série ECO FRIENDLY PRINTING vamos falar sobre os benefícios direto de se usar os bioquímicos na indústria.

Acompanhem!

Obrigado.

Marcos Anghinoni - Diretor de Vendas

Se você gostou, veja também...

Tinta Offset Ecofriendly - Básica on January 16th, 2011

MAIS SOBRE ALIMENTOS ENLATADOS on March 13th, 2011

A História da Indústria Gráfica (Post 12) on August 2nd, 2010

A História da Indústria Gráfica (Post 13) on August 10th, 2010

Tintas e Impressos de Segurança (Post IX) on July 26th, 2010

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Deixar um comentário


Sem trackbacks

Visualizar perfil de Marcos  Anghinoni no LinkedIn